segunda-feira, 25 de maio de 2009

Si a ti te gusta... a mim me encanta....

Era uma vez uma menina que queria ir ao Gran Prix de Barcelona...
Como morava longe tinha de se levantar muito cedo, mas como ela era dorminhoca adormeceu e perdeu o comboio e não conseguiu jogar...


Ou então...

a dorminhoca adormeceu, e depois teve de correr para apanhar o comboio e conseguiu mesmo no último segundo...
Depois no metro andou a seguir uns tipos com o aspecto de jogadores de magic pelas ruas de Barcelona e lá conseguiu chegar a tempo e horas ao torneio...

A pedido de muitas famílias... (ou então do Pedro e do Grassa) vou fazer uma espécie de relato do GP de Barcelona

no recinto estava uma imensidão gigantesca de jogadores de magic...
e no meio dessa enormidade de gente estava a represenção de Portugal, que incluia Taveira, Carlos e Max (pessoal do metal), o Casas, o Narciso, os míudos de Odivelas, os Gémeos, o Cristo e são aqueles que me consigo lembrar de momento...
e por incrível que pareça, no meio desse maralhal de homens/rapazes/putos whathever you want to call them estavam cerca de 2% de raparigas!!! e algumas árbitras!!!e não, não eram namoradas!!! estavam a jogar!!!

O torneio estava anunciado para começar às 9h, mas na verdade só começou às 11h e fomos divididos em duas cores: azul e verde...
Nós (os Tugas) estavam distribuídos pelas duas cores e nas primeiras rondas parecia que as coisas estavam a correr bem a toda a gente...ninguém perdeu.... ou quase
Tenho a salientar que o Constâncio conseguiu fazer o prodígio de perder contra o bye... passo a explicar: ele tinha os 3 byes da praxe, mas como chegou atrasado para a inscrição, basicamente os juízes decidiram dar-lhe um match loss no primeiro jogo, que era contra o bye...

E isto está a ficar secante de escrever porque estou a tentar fazer um report que ao mesmo tempo não seja seca... mas vou mais ou menos desistir e vou resumir:

Curti bué o torneio de standard, joguei contra pessoas diferentes e decks diferentes, nunca tive um jogo em que o adversário não fosse impecável e não falasse comigo e fosse absolutamente cordial (inglês, espanhol, até me falaram em grego!!!)
O pessoal do metal (que foi com quem eu estive mais) tornaram os tempos mortos entre rondas em tempos bué divertidos

No segundo dia draftei e depois fiz sealed e depois fui jantar com o pessoal do metal.

Resumindo e concluindo: acho que vou começar a ir a GPs porque o ambiente é espectacular, para quem não se farta de jogar magic....

A sério... diverti-me imenso e cansei-me imenso também, mas valeu apena.
Muito bom!
No entanto só é fixe ir se tiver companhia....
(uma indirecta nada directa.....)

e pronto...

dou detalhes se quiserem quando voltar pa portugal...

hasta xD

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Only the good die young...

A hand above the water
An angel reaching for the sky
Is it raining in heaven -
Do you want us to cry?

And everywhere the broken-hearted
On every lonely avenue
No-one could reach them
No-one but you

One by one
Only the Good die young
They're only flying too close to the sun
And life goes on -
Without you...

Another Tricky Situation
I get to drownin' in the Blues
And I find myself thinkin'
Well - what would you do?

Yes! - it was such an operation
Forever paying every due
Hell, you made a sensation
You found a way through

One by one
Only the Good die young
They're only flyin' too close to the sun
We'll remember -
Forever...

And now the party must be over
I guess we'll never understand
The sense of your leaving
Was in the way it was planned...

So we grace another table
And raise our glasses one more time
There's a face at the window
And i aint never, never saying goodbye...

One by one
Only the Good die young
They're only flyin' too close to the sun
Cryin' for nothing
Cryin' for no-one
No-one but you