quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Desculpa se te usei como refúgio dos meus sentidos...

Não falei contigo
Com medo que os montes e vales que me achas
Caíssem a teus pés...
Acredito e entendo
Que a estabilidade lógica
De quem não quer explodir
Faça bem ao escudo que és...
às vezes sinto-me como se estivesse
a bater com a cabeça
na parede de uma casa fechada
e da qual não consigo abrir a porta
Saudade é o ar
Que vou sugando e aceitando
Como fruto de verão
Nos jardins do teu beijo...
Mas sinto que sabes que sentes também
Que num dia maior serás trapézio sem rede
A pairar sobre o mundo
Em tudo o que vejo...
confundes-me sabes?
porque não te consigo encaixar...
É que hoje acordei e lembrei-me
Que sou mago feiticeiro
Que a minha bola de cristal é folha de papel
Nela te pinto nua, nua
Numa chama minha e tua.
Numa chama minha e tua
talvez seja essa a tua grande magia...
Desconfio que ainda não reparaste
Que o teu destino foi inventado
Por gira-discos estragados
Aos quais te vais moldando...
E todo o teu planeamento estratégico
De sincronização do coração
São leis como paredes e tectos
Cujos vidros vais pisando...
às vezes a lógica não chega para te explicar,
às vezes sinto-me como uma criança
a explicar a um adulto um desenho que fez...
Anseio o dia em que acordares
Por cima de todos os teus números
Raízes quadradas de somas subtraídas
Sempre com a mesma solução...
Podias deixar de fazer da vida
Um ciclo vicioso
Harmonioso ao teu gesto mimado
E à palma da tua mão...
e aqui estou eu a escrever coisas sem sentido,
de modo a tentar por alguma lógica na minha cabeça
quando na verdade é impossível...
devia era parar com esta coisa toda...
largar isto tudo e não arriscar (-me)...
mas sempre que tomo a decisão
tu dás-me a volta...
e a lógica desvanece-se...
É que hoje acordei e lembrei-me
Que sou mago feiticeiro
Que a minha bola de cristal é folha de papel
Nela te pinto nua, nua
Numa chama minha e tua.
Numa chama minha e tua.
às vezes penso que isto é tudo muito ridiculo,
muito estúpido...
eu não me devia sentir assim...
tu não me devias fazer falta...
[tá mallleee]
Desculpa se te fiz fogo e noite
Sem pedir autorização por escrito
Ao sindicato dos deuses...
Mas não fui eu que te escolhi.
Desculpa se te usei
Como refúgio dos meus sentidos
Pedaço de silêncios perdidos
Que voltei a encontrar em ti...

mas a verdade é que
em ti voltei a encontrar algo que tinha perdido...
não foi por querer acredita,
não tenho desejo nenhum de me meter em mais confusões,
mas tu chegaste com o teu sorriso,
com a tua maneira de ser
e aproveitaste a fresta do meu muro,
que eu não tinha tapado
e que tu tinhas criado
[quando sorriste para mim a primeira vez...]
e que eu não tinha reparado
e que agora está a fazer o muro,
que deu tanto trabalho a construir,
desfazer-se em penas...
É que hoje acordei e lembrei-me
Que sou mago feiticeiro...

...nela te pinto nua, nua
Numa chama minha e tua.
Numa chama minha e tua.
acho que viver devia ser como um filme...
ias fazendo as várias cenas
e senão gostasses de como elas corriam
fazias um novo take,
até acertares...

Ainda magoas alguém
O tiro passou-me ao lado
Ainda magoas alguém...
Se não te deste a ninguém
Magoaste alguém
A mim... passou-me ao lado.
A mim... passou-me ao lado.
ou então podia ser como um jogo,
podia-se fazer uma save game
e voltar atrás se fizessemos porcaria...



será que existe algum walk-through para a vida?
acho que não...
mas e daí ...
será que eu iria segui-lo?

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Good Riddance (Time of Your Life)...

Another turning point, a fork stuck in the road
Time grabs you by the wrist, directs you where to go
So make the best of this test, and don't ask why
It's not a question, but a lesson learned in time

acho que o problema desta música é ser pequena demais,
ou talvez seja um ponto a favor não sei...

It's something unpredictable, but in the end it's right.
I hope you had the time of your life.

confesso estar cansada, um pouco doente,
cheia de trabalho e muito muito confusa...

So take the photographs, and still frames in your mind
Hang it on a shelf in good health and good time
Tattoos of memories and dead skin on trial
For what it's worth it was worth all the while

lembrei-me desta música por causa de músicas sobre crescer...
acho que esta é exemplar para petencer à lista...

It's something unpredictable, but in the end it's right.
I hope you had the time of your life.

crescer...
pensei que tinha crescido...
pensei que a esta altura eu soubesse
o que fazer,
o que fazer,
como o fazer...
pensei ser capaz de tomar a decisão correcta e mantê-la...
mesmo que todos o meu coração gritasse o contrário,
fá-lo-ia porque era a decisão lógica e correcta e nada mais...
mas aparentemente eu não aprendo
e não sei como parar esta pedra que está a rolar caminho abaixo
a obscurecer a luz do sol,
a mergulhar-me na sua sombra escura
e a ameaçar esmagar-me...


It's something unpredictable, but in the end it's right.
I hope you had the time of your life.

talvez seja apenas mais uma das minhas facetas trágicas e dramáticas a revelar-se outra vez...
ou talvez seja o medo que sinto a nascer em mim e a devorar-me...
talvez seja eu a perder a minha capacidade de acreditar...

It's something unpredictable, but in the end it's right.
I hope you had the time of your life.

so please let me be still,
let me stop,
i just don't want to get hurt...



i just don't want to fall in love...

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

As if...

"When we have an unknown system that we want to understand, but we cannot see the mechanisms inside, we create a black box, give it some input and analyse the output.
Then we create a model to explain it, we call it a model as if..."

from Animal Behaviour classes

Today i want to be with you...
to be...
not only speak.

i want to see you,
touch you,
feel you,

i want to let my eyes glide to yours
and make your beautiful and embarassed smile
pop into that familiar-and-yet-so-unknown face...

just want to be with you...

Sometimes words are not enough...
Sometimes the only thing i need is your voice...

I miss your joyful laughter

today i just wanted to see you...

It's not that i have the answers to my questions,
things haven't changed that much,

but i would like to have you today,
only for me...

as if...


segunda-feira, 13 de outubro de 2008

The Breathtaking Days (Via Lactea)

Somethings never change...

the smell stays the same, as the smiles and the laughter...
the welcome in their eyes and the urge of joy
that i allways felt when i am with them...
the way my heart dances with their music and their happiness...

take what you want from this lonely night
with a gentle and demanding mouth.
Between a smile and a tear


it's been a long time since i gone...

and i don't really understand why i left in the first place...

but it sure is good to be in one part of me again...

I hold you close,
under starry skies; the milky way
tries to bring us to the end


and others are changing...

crawling gently under my skin...
making my heart race...
and my logic burn to ashes
in a simple rush of joy and laughter...

I'm only living to sing this song.
I'll be still and say no more.
I don't need to hear you explain


from somewhere that i didn't noticed until now...
from a supposedly-known-but-yet-to-discover-and-yet-unexpected source

cause there is no time. I just live for love. I am burning
slow, all I want is you. Lasting through the night, waiting
for sunlight; we make a promise, we'll
cry for our lies




somethings change....

domingo, 12 de outubro de 2008

Anything you say...

Eu sou isto...

Write me down
I am the words falling apart
Take this broken world off of my heart

sou esta confusão de emoções
(que sou...)
sou uma indecisa e tenho tantas certezas acerca de tantas coisas diferentes e ao mesmo tão poucas em comparação com a vastidão de decisões que se tem de tomar...

mas continuo a ser esta confusão de emoções....

vivo cada uma delas, a tristeza e a alegria,
de uma maneira extrema confesso...

You pulled a part of me I could never understand
Crashing to your side and you're breaking up this silence
Never to again let my courage fall


mas é isso mesmo...
eu sou isso...

é a maneira que eu tenho de estar viva...
viver cada bocadinho!
sentir cada pedaço de agonia ou extâse,
sorrir feita parva no meio da rua e andar ao ritmo da música
ou estar quieta no meu canto sem olhar para ninguém...

You try for every moment, walking hand in hand
So encouraging


isto sou eu...

porque no final não é o dinheiro que juntámos
ou o que ganhámos ou perdemos.

para os outros...
são os sorrisos e lágrimos que fizemos nascer,
a impressão que marcámos em quem passou por nós...

I'm continually coming, time and time again for anything you say now
For anything you say now


para nós...
são os momentos...
é aquilo que fizemos e tentámos e falhámos ou conseguimos!!!
é sentir que as pessoas realmente nos ouvem
e a nossa opinião importa,
é aquele pequeno toque ou o sorriso encorajador que nos deram...

For this foreign affair I will abide as the middle man
Cause the solo cry is more than I can stand



é cada passinho que andámos,
é cada momento em que nos perdemos num olhar...
no fundo...
So I walk on air, and awkwardly seek out a child's form
é muito sobre este sentimento estúpido
que às vezes não nos deixa parar de sorrir...
And I know that you won't lead me to the storm

[mas que nos pode enganar e magoar tanto...]

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Get up...

Here's a song for all the little men, who get forgotten
Trodden time and time again
Here's a message for the little guy, don't let this situation pass you by
You're in the middle while the big mouths fight
You get it from the left and the right, ain't it crazy

So get out of your easy chairs, we've got a lot to do out there
Well ain't we
Good's gone bad but right is wrong and I don't know which side I'm on lately

Get up from the down you are in
Come out of your homes and let's see your faces
Get up out of your easy chairs, get up and show 'em that you're there
Get up it's your one salvation
Wise up to the situation

Somebody gotta get up and shout
Somebody gotta give us some clout
You're the ones to make it all work out
It all depends on you



Get up off your arses men
Don't let 'em think you're getting lazy
Get up out of your easy chairs
We gotta lot to do out there, well ain't we
Get up, Get up, Get up,
Get up, Get up, Get up

- The Kinks

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Hide and Seek

How can it be so confusing?
How can i be so confused?

where are we?
what the hell is going on?
the dust has only just begun to form
crop circles in the carpet
sinking feeling

spin me round again
and rub my eyes,
this can't be happening
when busy streets amass with people
would stop to hold their heads heavy

Why is this sadness reaching to me...
Now i really don't know what to do?
Why don't i make something right?

hide and seek
trains and sewing machines
all those years
they were here first

oily marks appear on walls
where pleasure moments hung before the takeover,
the sweeping insensitivity of this still life

hide and seek
trains and sewing machines (oh, you won't catch me around here)
blood and tears (hearts)
they were here first

Am i condemned to be something strange?

Mmmm whatcha say,
Mmm that you only meant well?
well of course you did
Mmmm whatcha say,
Mmmm that it's all for the best?
Of course it is
Mmmm whatcha say?
Mmmm that it's just what we need
you decided this
whatcha say?
Mmmm what did you say?

sometimes i believe i will always be...
nothing more than this shadow,
nothing more than an eternal if,
nothing more, just a mere resting stop to a new world to explore...

ransom notes keep falling out your mouth
mid-sweet talk, newspaper word cut outs
speak no feeling no I don't believe you
you don't care a bit,
you don't care a bit

(hide and seek)
ransom notes keep falling out your mouth
mid-sweet talk, newspaper word cut outs

Now more than ever i am afraid of stopping,
of not evolve,
of not being able to move
i am tired,
and scared...

(hide and seek)
speak no feeling no I don't believe you
you don't care a bit,
you don't care a (you don't care a) bit

(hide and seek)
oh no, you don't care a bit
oh no, you don't care a bit


i wish i was able to understand
what people want...

(hide and seek)
oh no, you don't care a bit
you don't care a bit
you don't care a bit